domingo, 1 de dezembro de 2013

Dia da Restauração da Independência

Como deves saber, no dia 1 de Dezembro comemora-se o Dia da Restauração da Independência. 

Queres saber porquê? 
Tudo começou em finais do séc. XVI: o rei de Portugal era D. Sebastião. 

Em 1578, D. Sebastião morreu na batalha de Alcácer-Quibir, no norte de África. Portugal ficou, assim, sem rei, pois D. Sebastião era muito novo e ainda não tinha filhos, não havia herdeiros directos para a coroa portuguesa. 
Assim, quem subiu ao trono foi o Cardeal D. Henrique, que era tio-avô de D. Sebastião. 
Mas atenção: estas coisas nunca são simples, houve muitos pretendentes e isto deu muita confusão...

Em 1580, nas Cortes de Tomar, Filipe II, rei de Espanha, foi escolhido como o novo rei de Portugal. Esta escolha foi simples uma vez que Filipe II era ainda neto do rei português D. Manuel.
Durante 60 anos, viveu-se em Portugal um período que ficou conhecido na História como "Domínio Filipino". 

Os portugueses acabaram por revoltar-se contra esta situação e, no dia 1 de Dezembro de 1640, puseram fim ao reinado do rei espanhol num golpe palaciano (um golpe só para derrubar o rei e o seu governo).

Filipe III abandonou o trono de Portugal e os portugueses escolheram D. João IV, duque de Bragança, como novo rei. 
No dia 1 de Dezembro passou a ser comemorado todos os anos como o Dia da Restauração da Independência de Portugal, já que o trono voltou para um rei português. 
Fonte:  JUNIOR

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Dia de São Martinho (11 de Novembro)


A Última Castanha (Por António Torrado | Cristina Malaquias)


Era uma castanha que estava como as outras, pendurada de um castanheiro. 

Chegando o tempo, as castanhas amadurecem e caem por si. Só que esta não caiu. 
- Estou bem onde estou e não quero aventuras - dizia. 
Uma a uma, as outras dos ramos iam caindo e rebolando pelo chão, protegidas pelo cobertor ouriçado que as cobria até ao nariz. Nariz é modo de dizer? 
Vinham os garotos, estalavam-lhe os ouriços e metiam-nos nos bolsos. A tímida e teimosa castanha desta história a tudo assistia do seu mirante e não gostava. 
- A mim não me levam eles - dizia. 
Era a única que sobrava em todo o castanheiro. As folhas a fugirem da árvore, sopradas pelo vento, e ela a afincar-se ao ramo, com unhas e dentes. Unhas e dentes é um modo de dizer? 
Sozinha, desabrigada, não estava feliz. Nem infeliz. Sentia até uma ponta de orgulho por ter conseguido resistir tanto tempo. Um sabor de vitória que a ouriçou toda. 
- Ai que vou cair - gritou. 
Mas, no último instante, conseguiu agarrar-se. Ainda não era daquela. 
Entardecia. Um grupo de gente acendera uma fogueira, junto ao castanheiro. Os garotos, que tinham andado às castanhas, e os pais dos garotos e os amigos dos garotos riam e cantavam. Estavam a preparar o magusto da noite de São Martinho. 
A castanha solitária, no alto do castanheiro nu, estranhou a vizinhança. E intrigou-se. Que estaria a passar-se. 
Debruçou-se do ramo mais e mais. A madeira a arder estalava, mesmo por baixo da castanha, a última. O fumo entontecia-a. E se fosse ver de perto o que se passava? 
Foi. Caiu. E a história acaba aqui. Paciência. É o destino das castanhas. Destino é um modo de dizer?

Fonte: http://www.historiadodia.pt/pt/index.aspx 

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Filmes a não perder no mês de Maio




Fala com ela: Benigno Martin (Javier Cámara), um enfermeiro cujo apartamento fica diante de uma academia de balé, comandada por Katerina Bilova (Geraldine Chaplin), fica frequentemente na janela da sua casa, vendo com especial atenção uma das estudantes de Katerina, Alicia Roncero (Leonor Watling), por quem está apaixonado. Benigno chega ao ponto de marcar uma consulta com o pai dela, uma psiquiatra que tem um consultório na própria casa, só para ter uma chance de falar com Alicia. Quando Alicia é ferida num acidente de carro, que a deixa em um coma, é internada no hospital onde Benigno trabalha. Ele passa a cuidar dela, mas a atenção que dispensa com Alicia é totalmente acima do normal. Além disto Benigno fala com ela o tempo todo, movido por um misto de fé e amor, pois crê que de alguma forma ela possa ouvir. Após quatro anos, o quadro dela está inalterado e a dedicação que Benigno sente por ela também.
Marco Zuluaga (Darío Grandinetti), um jornalista, é designado para entrevistar Lydia Gonzalez (Rosario Flores), uma conhecida toureira que teve o nome nos tablóides ao ter um tempestuoso romance com "El Nino de Valência" , um toureiro. Inicialmente ela foi ríspida, mas após ele ter matado uma cobra que estava na casa dela  tornou –se mais amável. Logo os dois iniciam uma relação, que estava destinada a ser curta, pois Lydia é atingida por um touro e considerada clinicamente morta. Por coincidência ela é internada no mesmo hospital onde está Alicia e logo Benigno e Marco ficam amigos, pois no início Marco nem conseguia tocar em Lydia, mas recebeu de Benigno um simples conselho: fale com ela.



Os Mosconautas no Mundo da Lua: Nat (Trevor Gagnon), Q.I. (Philip Bolden) e Scooter (David Gore) são moscas adolescentes, que sonham em viajar para o espaço. Desejando ser aventureiro como seu avô (Christopher Lloyd), Nat convence os amigos a invadirem a nave espacial Apollo 11, que está prestes a partir para a Lua. Desta forma eles se escondem nos capacetes dos astronautas, sem que as suas famílias saibam o que estão a fazer.


Casos da Vida, Polaroides da minha avó : Mário e Sílvia há muito que não tinham notícias da mãe de Mário e muito menos contavam que esta avisasse que iria passar o Natal com a família. Ela que há muitos anos tinha decidido correr meio mundo com o seu novo namorado, um bailarino “alguns” anos mais novo que entretanto trocou por um motoqueiro russo, Lucas.
Embora não houvesse grandes alterações a fazer naquela casa, pois o filho não tinha irmãos, a nora não falava com o irmão devido às preferências sexuais do mesmo, o casal não deixou de mostrar o seu incómodo quando a avó beijava com despudor o motoqueiro, falava sobre sexo com a neta, Maria, ou contava à mesa experiências que tinha tido ao longo da vida.
Na noite de Natal estavam a mãe, o pai, a filha adolescente que não conhecia a avó, o motoqueiro e a avó, uma excêntrica mulher que trazia como presente inúmeras histórias da sua vida e as suas fotos de polaroide. Mas a Avó não estava ali para criar nenhum conflito. A Avó estava a viver os seus últimos dias com uma doença em fase terminal e queria chegar a tempo de ver o filho para que este compreendesse as escolhas que ela fez para a sua vida.
Pouco tempo depois de chegar à casa de Mário, a Avó torna-a sua, parecendo que sempre esteve ali. Tudo o que viveu, deu-lhe uma postura: a vida é uma festa que merece ser, a todo o instante, celebrada. E o melhor presente que ela lhes podia dar, era aproveitar cada minuto do seu tempo…

Air Buddies, Missão Salvar Os Pais: Esta é uma história deliciosa repleta de aventuras e que ensina a importância do trabalho em equipa.  Air Budd é o orgulhoso pai de cinco cachorrinhos adoráveis - o hip-hopper B-Dawg, a adorável RoseBud, o ajuizado Bud-Dah, o divertido MudBud e o grande BudderBall - que guardam um enorme segredo: eles sabem falar!
Diverte-te com as hilariantes e inacreditáveis aventuras destes cachorros que ladram, falam e praticam desportos enquanto embarcam numa missão arriscada para salvar os seus pais. Entra no jogo e diverte-te com as diabruras destes heróis de cauda a abanar!
Mas quando chega a hora de adotar os cinco cachorrinhos, eles decidem fugir... O início de mais uma movimentada e divertida aventura.

MANDELA: MEU PRISIONEIRO, MEU AMIGO: África do Sul, 1968. O regime brutal do apartheid impera e Nelson Mandela é encarcerado em Robben Island, a famosa ilha-prisão. James Gregory (Joseph Fiennes) é um guarda prisional, afrikaaner típico, racista, que, tendo crescido numa quinta em Transkei, desde muito novo aprendeu o falar xhosa. É, pois, a pessoa ideal para censurar as cartas recebidas e enviadas pelos prisioneiros e vigiar Mandela (Dennis Haysbert). Mas o convívio diário com Mandela altera a forma de Gregory pensar, para quem a luta por uma África do Sul livre começa a deixar de ser uma ideia absurda - ainda que os colegas e a sua mulher (Diane Kruger) o tentem convencer do contrário.
Baseado nas memórias do guarda prisional de Nelson Mandela, MANDELA: MEU PRISIONEIRO, MEU AMIGO acompanha a improvável mas profunda relação de amizade que se estabeleceu entre os dois homens.

segunda-feira, 1 de abril de 2013

Filmes a não perder no mês de Abril



Querido Frankie: Frankie e a sua mãe solteira Lizzie estão em mudança desde que Frankie, de nove anos, se lembra. Tentanto esconder do seu filho surdo a verdadeira razão das constantes mudanças, Lizzie inventa cartas enviadas pelo pai imaginário, que trabalha a bordo de um navio em mares distantes e exóticos. Mas quando Frankie, que acompanha o percurso do navio real, descobre que este está quase a atracar na cidade onde vivem, Lizzie é confrontada com a decisão de contar a verdade... Ou pôr em prática um plano desesperado: contratar um tripulante do navio para fazer de pai!


Força -G: Uma comédia de aventuras sobre a mais recente evolução de um programa governamental, clandestino, de treino de animais para espionagem. Munidos com o mais evoluído equipamento tecnológico de espionagem, estas cobaias descobrem que o destino do mundo está nas suas patas. Alistados na FORÇA-G estão as cobaias Darwin, o líder de equipa determinado a obter o êxito a qualquer custo; Blaster, um escandaloso perito em armamento com grande atitude e um amor por todas as coisas radicais; Juarez, uma sedutora especialista em artes marciais; o indetetável perito de reconhecimento Mooch, e uma toupeira, Speckles, munida de ciber inteligência.


O Náufrago: Tom Hanks é Chuck Noland, um engenheiro de sistemas da FedEx cuja vida profissional e pessoal é regulada pelo relógio. A sua vida acelerada, fá-lo deslocar-se constantemente e para locais distantes, sempre longe da sua namorada Kelly. A sua maníaca existência termina de repente, quando o avião em que viaja se despenha numa ilha remota e isolada e Chuck se vê atirado para o mais desolador dos mundos. Sem as comodidades da vida moderna a que está habituado, depressa é obrigado a aprender a sobreviver. Depois de 4 anos desta existência vê-se confrontado com a possibilidade de retornar à civilização, no que se depara com um desafio emocional superior a todos os desafios físicos por que passou. Perseverança e esperança, a sobrevivência do espírito humano, são os seus novos valores. Um filme que pretende ser a ilustração da ideia de que as dificuldades não estão na sobrevivência mas na vida.

“Bailey: um cão que vale milhões”: BAILEY não é um cão qualquer. Ele fala, pelo menos com o seu treinador, um especialista de comunicação com animais, Ted Maxwell, e acaba de herdar uma fortuna do seu excêntrico dono bilionário.
No entanto, dois aspirantes a herdeiros, Winston e Florence, sentem-se ultrajados com a ideia do 'seu' dinheiro ir parar à casota do cão e vão fazer tudo para colocar as garras naquilo que julgam ser seu por direito!
Bailey - Um Cão Que Vale Milhões é uma comédia para toda a família e que vai agradar a todos os fãs de Beethoven, A Dama e o Vagabundo e Os 101 Dálmatas.

quinta-feira, 21 de março de 2013

Dia Mundial da POESIA

O DIA MUNDIAL DA POESIA CELEBRA-SE A 21 DE MARÇO E FOI CRIADO NA XXX CONFERÊNCIA GERAL DA UNESCO A 16 DE NOVEMBRO DE 1999.
O PROPÓSITO DESTE DIA É PROMOVER A LEITURA, ESCRITA, PUBLICAÇÃO E ENSINO DA POESIA ATRAVÉS DO MUNDO.
Em Arouca, temos duas atividades: "Frequência com poesia" e "Estendal Poético".
"Frequência com poesia" e "Estendal Poético" são atividades conjuntas da Biblioteca Municipal de Arouca e das Bibliotecas Escolares dos Agrupamentos de Escolas de Arouca e de Escariz.
Estendal Poético
Apresentação dos 10 poemas selecionados para a atividade "Frequência com Poesia", em forma de "estendal", impressos em t-shirts coloridas, em espaço na Escola sede do Agrupamento.
estendal1  estendal2

"Frequência com poesia" consiste na produção poética e respetiva emissão radiofónica de 10 poemas de autores locais, da comunidade escolar do concelho de Arouca, de hora a hora, das 9h às 20h00, na Rádio Regional de Arouca.
Alinhamento 21 de março – Rádio Regional de Arouca
9 h- poema 9h
(O Amor, Andreia Campos,9.ºB, Voz:Diana Moreira,9.ºB, Escola Básica e Secundária de Escariz) Ouvir
11 h- poema 11h
(O Mar, texto da turma CAN 01| EB1 de Canelas | Voz: Lúcia Gonçalves, turma 10.º C | ESA)
12 h- poema 12h
(As árvores, Texto:Lícia Filipa Almeida,4.ºano, Voz:Maria Inês Araújo,4.ºano, Escola Básica Serra da Vila) Ouvir
13 h- poema 13h
(O Oceano, texto da turma CAN 03 e Voz de Marcelo | EB1 de Canelas)
15 h- poema 15h
(Cortam-nos as asas, Texto: Silvana Silva,10.ºano, Voz: Pedro Almeida, 9.ºA Escola Básica e Secundária de Escariz) Ouvir
17 h- poema 17h
(O Universo, texto e voz de Teresa Silvestre | EB2,3 de Arouca)
19 h- poema 19h
(Sentidos, Texto: Ana Margarida Moreira, Voz: Maria José Gomes, Agrupamento Escolas Escariz) Ouvir
20 h- poema 20h
(O Mar, texto de Inês Rocha, 9ºF e Voz de Emanuel Tavares, 9ºD | ESA)
21 h- poema 21h
(Estou quase só, texto de Florência Barbosa, assistente operacional e Voz de Isaura Ventura, professora | ESA)
22 h- poema 22h
(Aqui e Agora, texto de Dilma Quaresma, professora e Voz de Ricardo Pereira, professor | ESA)
Fonte: BiblioESA

terça-feira, 5 de março de 2013

Exposição de fotografia "Aves Raras"



Vai estar patente, na galeria da Biblioteca Escolar de Escariz, de 05 a 19 de março de 2013, a exposição de fotografia "Aves Raras".

Esta exposição é uma mostra de alguns trabalhos realizados, em situação de saída de campo, pelos alunos do Curso de Educação e Formação - Operador de Fotografia, durante o ano letivo de 2012-2013.

Horário

De segunda a sexta feira, das 09:00 às 17:00 horas.

sexta-feira, 1 de março de 2013

Filmes a não perder no mês de Março


The Paper/ Primeira Página: Henry Hackett é o chefe de redação de um jornal de Nova Iorque. É um viciado no trabalho e adora o que faz, mas os dias de trabalho demasiado grandes e um salário demasiado pequeno estão a diminuir o seu entusiasmo. A mulher de Henry, Martha, anteriormente jornalista e agora no final de gravidez, está farta desta situação. Por tudo isto, Henry está prestes a aceitar uma oferta para ser editor de um jornal como o «New York Times», o que significaria mais dinheiro, menos horas de trabalho, mais respeitabilidade... Mas, também, mais confusões...


Era uma vez….. Um pai: Ollie Trinke é um calmo e bem-sucedido publicitário de Manhattan, que parece ter tudo o que deseja, até que a sua vida é tragicamente alterada com a morte da sua mulher, deixando-o no papel de pai viúvo, desempregado e a viver com o pai nos subúrbios de Nova Jersey, onde crescera. Quando julga que a sua vida atingiu o fundo, ao ir pela milionésima vez com a filha alugar o seu filme favorito, Ollie encontra Maya, uma mulher que o faz mudar de perspetiva e descobrir que neste novo modo de vida pode estar tudo aquilo que se ambiciona. Ollie começa assim a entender que por vezes temos de esquecer o passado, aceitarmos o que somos e aprendermos a ser felizes...


Cinema Paraíso: Este filme, é um olhar nostálgico sobre a vida de um jovem na Itália do pós-guerra e o seu fascínio pelo cinema.'Alfredo está a morrer'. Esta notícia surpreendeu o realizador de sucesso Salvatore , levando-o a relembrar a sua infância e o tempo que passou na sala de projeção do cinema da sua vila, Cinema Paraíso.
Alfredo, proprietário do cinema e projecionista, foi um amigo inseparável do pequeno Salvatore, conhecido por 'Toto', à medida que este crescia na sua terra natal, uma vila devastada pelos horrores da guerra. O cinema oferecia fantasia e evasão ao habitantes da pequena vila, fazendo esquecer a dura realidade da fome e da pobreza.

Dia de Surf : Cody Maverick é um pinguim e um prometedor surfista que está a iniciar o seu primeiro ano no circuito profissional. Seguido por uma equipa de filmagens que irá documentar as suas experiências, Cody deixa a família e a sua casa em Shiverpool na Antártida e viaja para a Ilha Pen Gu onde irá decorrer o Memorial Big Z. Durante o caminho, Cody conhece o maníaco do surf Chicken Joe, o famoso promotor Reggie Belafonte, o prospector de talentos Mikey Abramowitz e a divertida salva-vidas Lani Allikai e todos reconhecem a paixão de Cody pelo surf mesmo quando esta vai um pouco longe de mais.

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Filmes a não perder no mês de fevereiro


A Melhor Juventude: Quarenta anos de história da Itália contemporânea em seis horas de filme, através da história de uma família italiana do fim dos anos 60 até aos nossos dias. No centro da história, dois irmãos: Nicola e Matteo. No início, partilham os mesmos sonhos, as mesmas esperanças, leituras, amizades. Até ao dia em que o encontro com uma jovem rapariga com problemas psíquicos ditará o destino de cada um e separará os seus caminhos: Nicola decide estudar Psiquiatria e Matteo abandona os estudos e entra na Polícia.


AVATAR: filme americano de ficção científica de 2009, tem seu enredo localizado no ano 2154 e é baseado num conflito em Pandora, uma das luas de Polifemo, um dos três planetas gasosos fictícios que orbitam o sistema Alpha Centauri. Em Pandora, os colonizadores humanos e os Na'vi, nativos humanóides, entram em guerra pelos recursos do planeta e a continuação da existência da espécie nativa. O título do filme refere-se aos corpos Na'vi-humanos híbridos, criados por um grupo de cientistas através de engenharia genética, para interagir com os nativos de Pandora. 


Moisés, o Príncipe do Egipto: No Egito antigo, quando os hebreus lá viviam como escravos e o faraó Seti, temendo o constante nascimento de crianças hebreias, pois no futuro poderiam se tornar uma força que ameaçasse o seu poder, ordena que todos os bebés hebreus do sexo masculino sejam afogados. Uma hebreia desespera ao ver que seu filho poderá ser morto e, para salvá-lo, coloca – o numa cesta no rio. A criança acaba sendo encontrada pela rainha e assim Moisés é criado como irmão de Ramsés, o herdeiro do trono de Seti. Os dois crescem e tornam – se grandes amigos, mas Moisés acaba por descobrir a sua origem, decide abandonar o palácio e libertar os hebreus, para levá-los para a Terra Prometida.
Precocemente Apaixonado: é uma comédia inteligente, saudável e irreverente para os nossos tempos.
Oscar Grubman (Aaron Stanford) nem parece deste tempo. É sensível e carinhoso, fala francês fluentemente, é versado nos clássicos, tem uma enorme paixão por Voltaire e acha que pode saber tudo sobre uma mulher olhando-lhe para as mãos - e ainda só tem quinze anos! Quando sai do colégio interno para passar o Natal com a família em Nova Iorque, só tem uma coisa na cabeça: mulheres mais velhas. Quando uma bela quarentona amiga da família (Bebe Neuwirth) se apercebe que as suas atenções se viraram para ela, as complicações vão começar.

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Filmes de Janeiro



  • Gandhi - O galardoado épico de Richard Attenborough conta-nos a vida de Gandhi, um dos maiores líderes e pensadores políticos do século XX, que lutou pela não-violência, pela tolerância religiosa e pela liberdade. O filme realça, essencialmente, o percurso de Gandhi na África do Sul no início do século XX quando, eficazmente frustrou os desígnios dos Ingleses em muitas das suas políticas discriminatórias. Retrata, em seguida, o seu papel na longa cruzada para a independência da Índia. Este filme é, também, um grande espetáculo da luta do Homem para melhorar a sua vida e a do seu semelhante.



  • A Volta ao mundo em 80 dias: Phileas Fogg  é um nobre inglês simpático e cativante. Além de ser rigorosamente pontual, é extremamente aventureiro, e nunca resiste a uma boa aposta. Frequentador do aristocrático Clube Reform, de Londres, é conhecido pelos seus amigos como uma pessoa muito maluca. Mas nem mesmo eles acreditam na idéia de Phileas. Dar uma volta completa ao mundo em apenas 80 dias, coisa que parecia impossível para a época. Irritado com a descrença dos colegas ,Phileas aposta uma pequena fortuna e parte imediatamente para essa amalucada aventura.





  • Uma Aventura na Biblioteca: A biblioteca funciona num antigo palacete recheado de mistérios. A bibliotecária é ruiva e linda de morrer. Tem um irmão igualmente ruivo e tão giro como ela. No jardim do palacete vive uma velhota que garante haver maldições pairando sobre aquele lugar. Mas o que paira mesmo são mensagens, bilhetes com códigos secretos que alguém enfia entre páginas de livros escolhidos. Para clarificar tanta confusão, o grupo cai nas mãos de uma perigosíssima bandida que tem a alcunha de Rapa-Tachos e dos seus filhos Açorda e Esparguete.



  • A viagem de Dartacão: Na sua casa, numa aldeia perto de Tarbes, o jovem Dartacão sonha tornar-se um ágil espadachim e membro dos famosos Moscaoteiros. Um cavaleiro de Paris visita o seu pai e Dartacão é enviado para Paris apenas com uma espada, um cavalo velho e uma carta de recomendação para o capitão dos Moscãoteiros, o Senhor de Treville.


Livros de Janeiro